|lutas sindicais

Copam: os trabalhadores é que decidem quando acabam as negociações

Graças à união e luta organizada dos trabalhadores, foi possível uniformizar os salários dentro da mesma categoria, o que permitiu, em alguns casos, actualizar alguns salários base em 235 euros.

Fábrica da COPAM, em São João da Talha 
Fábrica da COPAM, em São João da Talha Créditos / CGTP-IN

São os trabalhadores quem decide quando começam, e acabam, as negociações. Foi isso mesmo que os trabalhadores da Copam (Companhia Portuguesa de Amidos) demonstraram com a greve de 26 e 27 de Maio, que forçou a empresa a «mudar a sua posição inicial, em que dizia que as matérias reivindicadas pelos trabalhadores já estavam fechadas para o ano de 2022».

A greve de 48h parou completamente a produção da fábrica, demonstrando a união dos trabalhadores em torno das suas reivindicações. A secretária-geral da CGTP-IN, Isabel Camarinha, e o coordenador da Fiequimetal, Rogério Silva, estiveram presentes na concentração, ressalvando a «importância da luta dos trabalhadores para conseguir a melhoria das condições de vida e de trabalho».

Em comunicado, o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Centro Sul e Regiões Autónomas (SITE-CSRA/CGTP-IN) saudou a coragem demonstrada pelos trabalhadores, forçando a empresa a «vir ao encontro das suas justas reivindicações».

Foi possível, graças à luta levada a cabo pelos trabalhadores e pelo seu sindicato, o SITE-CSRA, garantir a «uniformização dos salários dentro da mesma categoria profissional, a alteração das escalas de turno de forma a permitir uma melhor conciliação da vida profissional com a vida pessoal e familiar e a actualização do subsídio e complemento de refeição».

Os trabalhadores reuniram em plenário no passado dia 15 de Junho, considerando positivos os resultados alcançados. Embora algumas das reivindicações tenham ficado sem resposta, foi decidido, em conjunto, continuar a insistir com a empresa, para que esta continue a negociar as matérias em falta, «tendo, nesse sentido, sido enviado um pedido de reunião à Copam».

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui