|CGTP-IN

Salários, emprego e direitos são condições essenciais para responder à crise

A CGTP-IN valoriza as lutas que têm sido travadas pelos trabalhadores contra o aproveitamento da pandemia feito pelo patronato, e anuncia uma semana de protestos de 7 a 11 de Dezembro.

CréditosPaulo António / AbrilAbril

As conclusões são do conselho nacional da CGTP-IN, reunido esta quinta-feira, onde a central sindical sublinha que a situação dos trabalhadores continua marcada pela crise criada pela pandemia, «pelo desemprego crescente, cortes salariais, pobreza e crescentes dificuldades».

Situação que reflecte as «fragilidades» criadas por «décadas de política de direita», incluindo o desinvestimento na Saúde, na Educação e na Segurança Social, refere a CGTP-IN, acrescentando que, neste contexto, os sectores privados da saúde «ganham terreno», em detrimento do reforço dos serviços públicos.

Para a Intersindical, as medidas avançadas pelo Governo caracterizam-se «por um profundo desequilíbrio a favor do capital», porque permitem que as grandes empresas instrumentalizem a situação para «intensificar a exploração».

O ataque às condições de trabalho desenvolve-se no plano da segurança e saúde dos trabalhadores e no plano dos direitos e remunerações, acompanhados de tentativas de limitar a liberdade sindical, refere a central sindical. 

Por outro lado, a CGTP-IN afirma que cada vez são mais as empresas que, «impunemente», continuam a «descartar» trabalhadores com vínculos precários, seguindo o exemplo do próprio Governo.

Muitas outras empresas, tendo beneficiado de medidas de apoio como o lay-off simplificado, não garantem os postos de trabalho e, passado o período de carência determinado pela medida, avançaram com despedimentos colectivos, denuncia a Intersindical.

Valorizando as muitas lutas que foram travadas e que estão em curso, o conselho nacional da CGTP-IN afirma que se mantêm actuais as reivindicações de aumento geral dos salários, de redução dos horários de trabalho e de incremento da produção nacional.

Neste sentido, a CGTP-IN convoca uma semana de luta «em todos os sectores», de 7 a 11 de Dezembro, sob o lema «Proteger os trabalhadores! Aumentar salários! Garantir direitos!».

Tópico