|Palestina

Pelo menos quatro palestinianos mortos em raides israelitas na região de Nablus

As forças de ocupação entraram, esta manhã, na Cidade Velha de Nablus e mataram três palestinianos. Pouco depois, em Huwara, foi morta uma mulher de 26 anos.

Uma coluna de fumo ergue-se de uma casa na Cidade Velha de Nablus, a 4 de Maio de 2023 
Uma coluna de fumo ergue-se de uma casa na Cidade Velha de Nablus, a 4 de Maio de 2023 Créditos / Al Mayadeen

O Ministério palestiniano da Saúde confirmou, em comunicado, as três mortes na cidade de Nablus.

Identificando-as como Moath Masri, Ibrahim Jabr e Hasan Qatanani, o Ministério afirma que as caras de duas das vítimas ficaram completamente desfiguradas devido à intensidade dos disparos, dificultando a sua identificação, refere a agência Wafa.

Testemunhas oculares e imprensa local disseram que forças israelitas à paisana se infiltraram, esta madrugada, no Bairro de al-Yasmina, na Cidade Velha de Nablus, precedendo um grande contingente militar, que cercou uma casa e começou a disparar.

As mesmas fontes, indica a Wafa, disseram que as forças israelitas utilizaram granadas anti-tanque Energa e que impediram equipas médicas de se aproximar do local.

De acordo com a Al Mayadeen, registaram-se confrontos entre as forças da resistência e as tropas israelitas e ouviram-se explosões. Ahmed Jibril, porta-voz do Crescente Vermelho Palestiniano, referiu-se a vários feridos, alguns em estado crítico. A agência Wafa aponta dois.

Tanto a Al Mayadeen como a PressTV se referem à informação veiculada por fontes israelitas, de acordo com a qual a operação desta quinta-feira visava matar dois palestinianos responsáveis pela operação do Vale do Jordão, levada a cabo a 7 de Abril último, em que foram mortos três colonos.

Mulher palestiniana morta em Huwara

Num contexto de elevada tensão nos territórios ocupados – nomeadamente por via da expansão dos colonatos e o aumento do número de colonos, que intensificam os ataques a populações e propriedades palestinianas –, em vários pontos da Cisjordânia as tropas israelitas realizam incursões e raides.

Segundo refere a Wafa, uma rapariga palestiniana de 26 anos, identificada como Eman Ziyad Odeh foi atingida a tiro, esta quinta-feira, pelas forças israelitas na localidade de Huwara (a sul de Nablus).

O Crescente Vermelho informou que Odeh se encontrava em estado crítico e que tinha sido levada para um hospital, onde veio a falecer. O Ministério da Saúde confirmou o óbito, elevando para quatro o número de palestinianos mortos por forças israelitas esta quinta-feira.

Desde o início do ano, as tropas e os colonos israelitas mataram pelo menos 108 palestinianos, refere a Wafa.

Uma dezena de feridos com fogo real

A mesma fonte indica que, ontem à noite e esta madrugada, as forças de ocupação levaram a cabo vários raides na região de Ramallah, nas localidades de Beit Rima e Nabi Saleh.

Pelo menos nove pessoas foram atingidas a tiro nos confrontos que se seguiram e dezenas sofreram efeitos de asfixia devido às bombas de gás lacrimogéneo lançadas pelas forças israelitas.

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui