|Triumph

Marcelo finalmente responde aos pedidos dos trabalhadores

Trabalhadores da Triumph vão a Belém

A deslocação ao palácio de Belém, a propósito de uma reunião com o Presidente da República, decorrerá na próxima segunda-feira, dia 22, estando prevista ainda uma concentração de trabalhadores à porta e a entrega de mais uma «prenda».

Os trabalhadores da Gramax (ex-Triumph), com os salários e subsídios em atraso desde Novembro de 2017, perderam os seus postos de trabalho após ter sido decretada a insolvência da empresa
Os trabalhadores da Gramax (ex-Triumph), com os salários e subsídios em atraso desde Novembro de 2017, perderam os seus postos de trabalho após ter sido decretada a insolvência da empresaCréditosTIAGO PETINGA / LUSA

Hoje, numa breve, o jornal i noticiou que o Presidente da República endereçou um convite aos trabalhadores da antiga Triumph, pois «quer recebê-los para conhecer mais em pormenor a situação».

Os trabalhadores, desde do início do piquete à porta da fábrica, têm pedido ao Presidente para aparecer, tendo até organizado um pequeno-almoço solidário para o qual foi convidado, mas este nunca apareceu na vigília.

Manuela Prates, dirigente do Sintevcc (CGTP-IN), em declarações ao AbrilAbril, confirmou o convite e afirmou que a reunião com o Presidente da República não vai ser pacífica, estando previsto um protesto à porta do palácio e a entrega de uma «prenda».

Ontem, os trabalhadores da antiga Triumph estiveram na Presidência do Conselho de Ministros, em Lisboa, em protesto, a apelar ao Governo, sobretudo ao ministro da Economia, Caldeira Cabral, para que este intervenha no caso. O ministro esquivou-se ao encontro, pois estava em reunião.

Após a entrega, Mónica Antunes, dirigente sindical do Sintevcc, afirmou que espera que o ministro «dê a cara, assuma as suas responsabilidades e active os meios necessários para estas pessoas terem os meios de subsistência». «Estas pessoas não se vão aguentar por muito mais tempo sem receberem», alertou a dirigente.

Com este protesto, que incluiu a entrega de uma peça de lingerie ao Governo, a necessidade de encontrar uma forma de aliviar a situação dramática dos trabalhadores da antiga Triumph voltou a estar na ordem do dia.

Tópico