|Triumph

Marcelo falta a reunião com trabalhadores da Triumph

Os trabalhadores da antiga Triumph deslocaram-se esta segunda-feira a Belém, a convite do Presidente da República, com o intuito de abordarem a sua situação dramática. Esperançosos de serem recebidos pelo Presidente, os trabalhadores só encontraram à sua espera vários assessores.

https://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/doc.20180122.23575079.fox_9816_1.jpg?itok=D26DGv7y
Trabalhadoras da antiga Triumph Internacional em frente à residência oficial do Presidente da República
Trabalhadoras da antiga Triumph Internacional em frente à residência oficial do Presidente da RepúblicaCréditosNuno Fox / LUSA

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, endereçou na sexta-feira um convite aos trabalhadores da Gramax (antiga Triumph) para se deslocarem hoje a Belém, no qual afirmava estar interessado em reunir com os representantes dos trabalhadores e em «conhecer mais em pormenor a situação».

Os trabalhadores da Gramax estão em vigília à porta da empresa desde dia 5 de Janeiro, para impedir a saída das máquinas e exigir os salários em atraso, depois de terem tomado conhecimento de que a administração tinha iniciado um processo de insolvência.

Desde do início do piquete à porta da fábrica, têm pedido ao Presidente para aparecer na vigília, tendo até organizado um pequeno-almoço solidário para o qual foi convidado, mas este nunca apareceu.

Mesmo assim, as mulheres da fábrica de Sacavém continuavam esperançosas que o «presidente dos afectos» viesse dar «um bocadinho de apoio» à sua causa mas que, sobretudo, este interviesse a seu favor de forma a aliviar a dramática situação por que passam.

Esta manhã, em resposta ao convite e acompanhadas por vários trabalhadores que permaneceram à porta numa concentração, as três representantes do Sintevcc (CGTP-IN) entraram na residência oficial mas, invés do Presidente, foram recebidos por assessores de Marcelo Rebelo de Sousa, pois o mesmo encontrava-se ausente.

Tópico

0 Comentários

no artigo "Marcelo falta a reunião com trabalhadores da Triumph