|CTT

Governo prorroga concessão dos CTT

O Conselho de Ministros aprovou a prorrogação da concessão do serviço postal universal até Setembro do próximo ano, recusando a recuperação do controlo público dos CTT.

Protestos de hoje foram antecedidos nos últimos meses por dezenas de protestos de utentes por todo o País
CréditosAntónio Cotrim / Lusa

Embora não se conheçam pormenores sobre as negociações entre o Governo e a administração dos CTT, que continuará a prestar o serviço, são conhecidos elementos de chantagem sobre o Executivo quando os CTT anunciaram que só manteriam a concessão caso o Governo aceitasse uma ainda maior redução da qualidade do serviço e passasse a pagar mais por um serviço que é lucrativo.

A privatização dos CTT, pelo governo PSD/CDS, resultou na degradação do funcionamento do serviço postal e no encerramento de centenas de estações, tornando-se alvo de críticas por parte de utentes, empresas, autarquias e também do regulador, Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM).

Recorde-se que, em 2019, os CTT falharam 23 dos 24 indicadores de qualidade de serviço da ANACOM, que emitiu vários relatórios sobre a insuficiente resposta da empresa. 

O PCP já anunciou que vai requerer a apreciação parlamentar do Decreto-Lei que valida a decisão do Governo.

Tópico