|Política Nacional

A Festa do Avante! como «afirmação do bem-estar, da saúde e da fruição da vida»

A Quinta da Atalaia voltará a ser, no próximo fim-de-semana, «o espaço público mais seguro do País para se estar» e desfrutar. Lotação permitida dentro do recinto aumentou para 40 mil visitantes.

Comício de encerramento da 44.ª Festa do Avante, Seixal, 6 de Setembro de 2020.
Comício de encerramento da 44.ª Festa do Avante, Seixal, 6 de Setembro de 2020. CréditosPaulo António / AbrilAbril

Prova viva «de que é possível garantir a segurança e protecção no plano da saúde e simultaneamente fruir a vida, a cultura e o convívio», a Festa do Avante!, que tem início na próxima sexta-feira, divulgou o plano de contingência elaborado de acordo com as orientações da Direcção-Geral de Saúde (DGS), garantindo a «protecção e segurança dos seus visitantes, de artistas e técnicos, de camaradas e amigos que asseguram o funcionamento da Festa».

Em comunicado divulgado ao AbrilAbril, a organização do evento volta a destacar, de entre as muitas medidas que perfazem o documento, a redução do número de palcos,  o aumento das plateias e o alargamento do espaço do recinto, «com mais de 30 hectares totalmente ao ar livre».

O «aumento das áreas de esplanada e a organização das mesas de forma a assegurar o distanciamento», a «definição de lugares nos espaços de espectáculos, com a criação de circuitos de entrada e saída - e o apoio de assistentes de plateia», ou a «generalização da utilização dos cartões contactless como meio de pagamento», são medidas que se vão transitar do ano passado, aperfeiçoadas pela prática.

Uma das novidades desta 45.ª edição é a dinamização de uma área, junto à entrada da Quinta do Cabo, onde os visitantes podem realizar «testes rápidos, para quem necessitar, em colaboração com uma entidade certificada, bem como a realização de autotestes». 

Esta medida concretiza a recomendação da DGS «de que os visitantes sejam portadores de comprovativo de vacinação, de recuperação de doença e/ou teste negativo». A organização relembra, contudo, que a «responsabilidade da realização do teste cabe a cada visitante».

O comunicado assinala ainda «que o parecer da DGS, sem prejuízo do registo de recomendações que se acolheram, contém em vários domínios graus de exigência maiores relativamente à Festa do que o estabelecido para outras iniciativas e actividades», situação que já se tinha verificado na anterior edição.

A Festa do Avante!, nos próximos dias 3, 4 e 5 Setembro, será «um acto responsável, organizado com exigência, uma contribuição para a afirmação do bem estar, da saúde e da fruição da vida, um espaço de valorização da arte e da cultura, da liberdade e intervenção política». 

Tópico