|aumentos salariais

Trabalhadores da Caetano Auto conquistam aumentos salariais

A Caetano Auto, empresa pertencente ao Grupo Toyota Caetano Portugal (antigo Grupo Salvador Caetano), foi obrigada a actualizar os salários dos trabalhadores, mesmo após «ter afirmado que não o faria».

Greve na Caetano Auto, com grande adesão, nos dias 25 e 28 de Fevereiro de 2022 
Greve na Caetano Auto, com grande adesão, nos dias 25 e 28 de Fevereiro de 2022 Créditos / Fiequimetal

Os salários dos trabalhadores da Caetano Auto, nas instalações da empresa em Setúbal, Barreiro e Montijo, foram actualizados neste mês de Outubro, após forte contestação laboral. Aumentos serão na ordem dos 30 aos 120 euros.

É uma cedência significativa por parte do grupo empresarial, que preside à direcção da ACAP (Associação Patronal do Sector Automóvel), realça, em comunicado, o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Sul (SITE Sul/CGTP-IN). Anteriormente, a empresa tinha «afirmado que não faria» aumentos em 2022.

«Este volte-face patronal é um reflexo da luta que os trabalhadores têm realizado desde o final de Fevereiro, com greves e plenários à porta dos estabelecimentos». O sindicato alerta, contudo, que apesar destes aumentos, «vão ser realizados plenários de trabalhadores, para discutir e tomar decisões sobre o combate à discriminação salarial, que continua a existir na Caetano Auto».

«Há cerca de dois anos que não eram actualizados os salários, muito embora tenham sido aumentados os preços dos serviços prestados aos clientes e tenham sido obtidos apoios do Governo», atestando a importância da união e da luta dos trabalhadores.

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui