|mobilidade e transportes

STCP não cumpre acordo

Apesar de o ministro da tutela já ter afirmado que «o acordo firmado é para respeitar», os trabalhadores da STCP continuam sem ver os salários actualizados.

A falta de transportes públicos leva a freguesia de Sobrado a sentir-se discriminada
A falta de transportes públicos leva a freguesia de Sobrado a sentir-se discriminadaCréditos / JN

Os trabalhadores da STCP, empresa tutelada pelo Ministério do Ambiente, continuam a não ver cumprido o acordo assinado com os seus representantes para a actualização dos salários desde Janeiro de 2020, denuncia a Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans/CGTP-IN).

Apesar de, em Maio, o ministro João Pedro Matos Fernandes ter afirmado que «o acordo firmado é para respeitar», e ter reconhecido que «o mesmo foi sério e nos pressupostos que estavam estabelecidos», a sua aplicação continua bloqueada, com prejuízos para os trabalhadores, já que esta é uma verba consignada no orçamento da empresa para este ano.

Segundo a estrutura sindical, a empresa argumenta que está «à espera que haja a transferência total [da verba] para os municípios» para que o acordo seja implementado.

No entanto, a Fectrans defende que «o Estado tem como uma das suas funções garantir o direito à contratação colectiva, pelo que não pode ser o mesmo Estado a não cumprir com aquilo a que está obrigado».

Tópico