|cortes na saúde

Criada plataforma de denúncia de falta de condições de trabalho na Saúde

As denúncias, anónimas e confidenciais, permitirão à Federação Nacional dos Médicos aprofundar o seu conhecimento sobre a real dimensão da falta de recursos humanos nos serviços de saúde portugueses.

Sindicatos dos médicos consideram insuficientes os desenvolvimentos das negociações com o Ministério da Saúde
CréditosMário Cruz / Agência Lusa

Estes dados, sobre a falta de recursos humanos no SNS, «são particularmente importantes num momento em que surgem informações contraditórias sobre a situação nos serviços de urgência e em que se estão a decorrer negociações com o Ministério da Saúde», explica a Federação Nacional dos Médicos (FNAM). 

A FNAM pretende identificar a falta de condições existente para além dos serviços de urgência, particularmente afectados, um pouco por todo o país, nas últimas semanas. «O formulário de denúncia destina-se a todos os médicos do Serviço Nacional de Saúde e do sector privado que pretendam dar a conhecer uma situação de falta de recursos no seu serviço».

«Anónimo e confidencial», a FNAM «apenas divulgará dados parciais, que não permitam a identificação dos autores das denúncias». No comunicado, enviado ao AbrilAbril, a federação reafirma o seu empenho na melhoria das condições de trabalho e segurança dos médicos.

«A situação atual tem de ser rapidamente revertida e a participação dos médicos é fundamental. A FNAM exige salários dignos, uma carreira médica valorizada e um estatuto de penosidade e risco acrescido para todos os médicos».

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui