|escolas

Fenprof lança abaixo-assinado para testes nas escolas

Um abaixo-assinado reclama a realização de testes a toda a população escolar antes da reabertura de estabelecimentos de ensino. A petição recolheu mil assinaturas em 24 horas.

CréditosNuno Veiga / Agência LUSA

O anúncio pelo Governo do retorno à actividade presencial nas escolas, a partir do próximo dia 18 de Maio, levou a Federação Nacional dos Professores (Fenprof/CGTP-IN) a exigir «a realização de testes a toda a população escolar», para «não deitar a perder» os resultados do confinamento.

A reabertura dos estabelecimentos de ensino (ensino secundário e educação pré-escolar) significará «a partilha de espaços entre jovens adolescentes ou crianças, que podendo estar infectados, provavelmente serão assintomáticos» e «um grupo de trabalhadores docentes e não docentes que, para além da idade (muitos acima dos 60 anos), poderão ter doenças dos chamados grupos de risco», que os colocam em situação de maior vulnerabilidade em caso de infecção.

A realização de testes, afirma a Fenprof, será «essencial» para gerar «o clima de confiança e tranquilidade necessário ao regresso às escolas». Com o objectivo de sensibilizar as autoridades com capacidade de decisão (sanitária e política), a federação dos professores lançou na passada sexta-feira, na sua página, um abaixo-assinado/petição reclamando a realização de testes a toda a população escolar.

Em apenas 24 horas, anunciou este domingo a Fenprof, foram mais de mil os subscritores da petição, a qual será entregue na Assembleia da República e ao primeiro-ministro assim que ultrapasse as 4 mil assinaturas, prosseguindo entretanto a recolha.

Tópico