|Economia

Famílias gastam menos em transportes, manuais escolares e electricidade

Dados preliminares do INE revelam que, em Agosto, os preços baixaram 0,1% face ao mesmo mês do ano passado. Os manuais escolares gratuitos, a redução dos passes e da electricidade explicam o fenómeno.

Trabalhadores exigem mais medidas de defesa dos trabalhadores do sector empresarial do Estado
A queda dos preços aumenta o poder de compra das famíliasCréditosTiago Petinga / Agência LUSA

A notícia avançada hoje pelo JN cita uma nota do departamento de research do BPI, onde se identificam medidas tomadas durante a legislatura que desoneram o orçamento das famílias e contribuem para a inflação negativa.

O alargamento da gratuitidade dos manuais escolares, a redução substancial dos preços dos passes de transportes públicos e a diminuição do custo da electricidade são as políticas que justificam o comportamento do índice de preços no consumidor (IPC). 

Segundo dados preliminares do Instituto Nacional de Estatística (INE), o valor da inflação foi de 0,6% em Agosto e a variação só não foi mais negativa devido, «em parte, à recuperação dos preços da classe dos restaurantes e hotéis». 

«No imediato, a queda dos preços favorece as famílias, uma vez que aumenta o poder de compra, ou seja, com o mesmo dinheiro compram mais bens e serviços», refere o JN. A mesma notícia alerta, no entanto, para o risco de deflação.   

Tópico