|Energia

Especulação em torno do preço da electricidade

A Endesa, que ameaça com o aumento de 40% nas tarifas eléctricas, acaba de registar lucros de 734 milhões de euros, só no primeiro semestre deste ano.

Créditos / Multinews - Sapo

Está a provocar natural preocupação na população o anúncio da Endesa, de que a electricidade pode aumentar 40% nos próximos meses, aumento esse que resultaria do Mecanismo Ibérico criado em Julho para limitar o preço do gás na produção eléctrica.

O Governo já veio desmentir tal aumento, embora não tenha explicado com clareza como vai financiar o Mecanismo Ibérico, o que levanta a preocupação de que esse custo venha, mais uma vez, a ser suportado, directa ou indirectamente, pelos consumidores.

O que está a fazer disparar os custos de produção é a especulação que aproveita a redução de oferta, como consequência das sanções à Rússia e o facto de as grandes empresas energéticas continuarem a ter lucros fabulosos.

No caso da Endesa, que ameaça com aumento de 40% nas tarifas eléctricas, acaba de registar lucros de 734 milhões de euros, só no primeiro semestre deste ano.

Entretanto, a precipitação no encerramento das centrais térmicas a carvão, a par de um mercado liberalizado, com as empresas estratégicas nacionais privatizadas, contribui para impedir a garantia plena da satisfação das necessidades das populações e das empresas.

Aliás, só a manutenção de um mercado regulado de electricidade tem protegido os consumidores por ele abrangidos dos efeitos especulativos do preço da electricidade.

Tópico