|SNS

Utentes da saúde de Vila Franca de Xira vão enviar postais ao Governo

Na concentração junto ao centro de saúde de Vila Franca de Xira, esta terça-feira, os utentes vão alertar para as dificuldades no acesso à saúde e assinar postais de Natal dirigidos ao Executivo.

Créditos / CMVFX

Na Unidade de Saúde de Terras de Cira, junto à qual está marcada a concentração, a partir das 17h30, há mais de 5000 doentes que, por não terem médicos de família, são obrigados a deslocar-se a localidades como Póvoa de Santa Iria ou Benavente para consultas de recurso. 

A necessidade de mais profissionais de saúde, como médicos e enfermeiros, mas também administrativos, é uma das reclamações que motivam o protesto da Associação de Utentes da Saúde de Vila Franca de Xira (AUSVFX), a que se junta a exigência de maior eficiência das unidades de saúde da freguesia e a defesa intransigente do Serviço Nacional de Saúde.

A AUSVFX pretende alertar e mobilizar para as dificuldades que são sentidas pelos utentes, mas também pelos profissionais de saúde e administrativos, a quem irá distribuir também postais de denúncia e cujo destinatário é o primeiro-ministro. 

«A articulação desta associação com outras associações, comissões e movimentos de utentes do Vale do Tejo (designadamente neste concelho e com os concelhos de Alenquer, Azambuja, Benavente) demonstra que estamos unidos na defesa de um Serviço Nacional de Saúde que cumpra a sua missão de dar resposta às necessidades primárias de saúde da população», refere a associação num comunicado.

A estrutura recorda que foram já realizadas acções conjuntas, a última no passado dia 25 de Outubro, pelo pedido de audiência na residência do primeiro-ministro e na entrega de moção por parte das comissões de utentes de saúde representadas. 

Tópico