|Síria

Nova caravana militar norte-americana entra ilegalmente na Síria

As forças de ocupação norte-americanas fizeram entrar, esta terça-feira, um novo comboio de camiões e viaturas blindadas na província de Hasaka, para «saquear as riquezas naturais da Síria».

Fontes locais, em Qamishli, revelaram à SANA que os EUA fizeram entrar no Nordeste da Síria 150 camiões com armamento e material logístico a partir do Iraque
Imagem de um dos comboios norte-americanos provenientes do Iraque, com material militar e logístico, a entrar no Nordeste da Síria Créditos / SANA

As tropas norte-americanas fizeram entrar ontem na Síria um novo comboio com diverso equipamento logístico e militar, que levaram para uma das bases que ocupam ilegalmente no Nordeste do país árabe.

A caravana, composta por não menos de 30 camiões e veículos blindados, atravessou a passagem de al-Walid, junto à fronteira com o Iraque, e dirigiu-se para o aeroporto de Kherab al-Geir, onde os militares dos EUA estabeleceram uma das suas bases – no distrito de al-Malikiyah da província de Hasaka, mesmo no extremo Nordeste da Síria –, revelaram a agência SANA e fontes sírias, militares e civis, a que a Prensa Latina teve acesso.

Nesta região, onde têm várias bases, as tropas dos Estados Unidos controlam áreas petrolíferas e de gás na província de Hasaka e no Norte da de Deir ez-Zor, de onde extraem combustível, segundo denúncias das autoridades sírias e russas.

As mesmas fontes afirmam que as forças de ocupação fazem entrar periodicamente – pelo menos uma vez por semana – caravanas com viaturas, abastecimento logístico e armas, através da passagem referida.

Desta forma, denunciam, reforçam a sua presença ilegal na base de Kherab al-Geir e continuam a saquear o petróleo e outras riquezas naturais da Síria, numa clara violação das leis internacionais e contribuindo para o aumento das tensões, num quadro que impede qualquer tipo de negociação com vista a alcançar a paz.

Tópico