|Índia

Governo comunista de Kerala continua a apostar no investimento público

O governo da Frente Democrática de Esquerda (FDE) anunciou um novo plano de acção de 100 dias, no âmbito do qual serão implementados 1557 projectos no estado do Sul da Índia, com avultado investimento.

O novo plano de acção de 100 dias do governo de Kerala começou com a inauguração de 53 novos edifícios escolares públicos 
O novo plano de acção de 100 dias do governo de Kerala começou com a inauguração de 53 novos edifícios escolares públicos Créditos / @vijayanpinarayi

O ministro-chefe do estado de Kerala, Pinarayi Vijayan, anunciou ontem o lançamento de um novo plano de acção de 100 dias – os que faltam para que o governo da FDE cumpra um ano desde a tomada de posse, em Maio.

Este plano segue-se a um outro, semelhante, que decorreu o ano passado, entre 11 de Junho e 19 Setembro. Então, referiu o dirigente comunista, a ênfase dos avultados investimentos seria colocada em políticas para fazer avançar as conquistas deste estado na Costa do Malabar, no Sul da Índia, em áreas como saúde, educação e segurança social.

O objectivo era também fazer acelerar o crescimento económico e criar empregos de qualidade. De acordo com Vijayan, os propósitos desse plano de acção foram atingidos com êxito – e tanto os resultados no terreno como os relatórios públicos o comprovam.

De 10 de Fevereiro a 20 de Maio

Em Abril do ano passado, a FDE, liderada pelo Partido Comunista da Índia (Marxista), venceu as eleições para a Assembleia Legislativa Estadual, assegurando 99 dos 140 assentos e quebrando uma tradição de décadas no estado, de acordo com a qual o governo em funções perdia as eleições para a oposição.

Tomou posse no mês seguinte. Antes de concluir o primeiro aniversário de governação, o executivo pretende dar continuidade à política de investimento público, insistindo num segundo plano de acção de 100 dias, para assegurar a melhoria da qualidade de vida da população.

O programa arrancou, hoje, com a inauguração de 53 novos edifícios escolares. No Twitter, o ministro-chefe destacou que, nos últimos cinco anos, Kerala investiu mais de 580 milhões de euros em infra-estruturas escolares públicas.

De acordo o plano divulgado, serão implementados nos próximos 100 dias 1557 projectos, que irão implicar um investimento superior a 2 mil milhões de euros. Muitos deles garantem oportunidades de emprego nos diversos departamentos do governo de Kerala e em instituições do sector público, segundo revela The Hindu.

Acção em domínios diversos

Um dos objectivos propostos pelo executivo é o de melhorar as ligações à Internet de alta velocidade nas zonas rurais. Serão beneficiadas cem famílias com dificuldades económicas em cada um dos 140 distritos eleitorais para a Assembleia, bem como 30 mil gabinetes governamentais, ao abrigo do projecto Kerala Fiber Optic Network (K-FON).

Além disso, o governo prevê inaugurar 20 mil casas e três complexos de apartamentos nestes 100 dias. Serão ainda distribuídos 15 mil títulos de propriedade, dando continuidade ao esforço de democratização da terra por parte da FDE, e serão aplicados planos de apoio aos mais carenciados, nomeadamente pela via do acesso aos alimentos a preços acessíveis.

A defesa da agricultura biológica e a criação de melhores condições para as forças de segurança também fazem parte do plano.

Tópico