|Síria

EUA treina e transporta terroristas do Daesh na Síria

As forças de ocupação, que transportaram de helicóptero um novo grupo de terroristas para a província de Deir ez-Zor, continuam igualmente a promover o saque do petróleo sírio, em conluio com as FDS.

A Síria acusa as tropas norte-americanas de mais uma «cooperação» com os terroristas do Daesh, desta vez envolvendo «ouro roubado»
Há muito que a Síria acusa as tropas norte-americanas de «cooperação» com os terroristas do Daesh Créditos / Sputnik News

Mais de meia centena de terroristas do Daesh foram transferidos em dois helicópteros de transporte militar, escoltados por um Apache, para o campo petrolífero de al-Omar, localizado na província de Deir ez-Zor e controlado pelas tropas norte-americanas, segundo divulgaram a Ikhbariya TV e a agência SANA.

Os terroristas, precisam as fontes, foram retirados de prisões controladas pelas chamadas Forças Democráticas Sírias (FDS), aliadas de Washington, e depois treinados na base de al-Shaddadi, a sul da cidade de Hasaka.

De acordo com a agência SANA, a missão destes terroristas e mercenários centra-se na desestabilização das zonas controladas pelo governo de Damasco, atacando pontos do Exército sírio e populações civis, além de protegerem as instalações petrolíferas ocupadas por tropas norte-americanas.

Damasco tem acusado Washington de proteger os terroristas nas suas bases ilegais, onde os treina e arma para os utilizar no contexto dos seus planos de desestabilização.

Nova caravana com petróleo sírio roubado

Num momento em que a Síria se debate com escassez de derivados de petróleo, as tropas dos EUA continuam a saquear os recursos naturais do país árabe, levando-o da região de Al-Jazira, rica em petróleo e gás, para o Iraque.

Esta segunda-feira, noticiou a SANA, referindo fontes da localidade de al-Swaidah que solicitaram anonimato, 41 camiões-cisterna carregados com crude e vários camiões entraram em território iraquiano através da passagem fronteiriça ilegal de al-Walid.

O Pentágono alega que a permanência das tropas e do material militar dos EUA no Nordeste da Síria visa proteger os campos petrolíferos de ataques terroristas e impedi-los de cair em poder do Daesh.

No entanto, as autoridades sírias têm denunciado reiteradamente o saque dos seus recursos naturais pelas forças de ocupação, em conluio com as FDS, privando o país de fundos necessários à reconstrução.

De acordo com o governo sírio, mais de 90% do território onde se encontram os poços de petróleo do país está sob ocupação.

Tópico