|Madeira

Trabalhadores da hotelaria denunciam salários em atraso na Madeira

Uma concentração de trabalhadores junto à sede do grupo Charming serviu para denunciar os salários em atraso nesta unidade hoteleira.

Créditos / USAM

O Sindicato de Hotelaria da Madeira (CGTP-IN) realizou, esta manhã, uma concentração de trabalhadores do grupo Charming, para abordar a questão dos salários em atraso e decidir medidas a tomar. Segundo o sindicato, alguns dos salários em atraso são ainda relativos ao mês de Julho, mas, na sua maioria, referem-se a Agosto e Setembro, para além do subsídio de férias.

A concentração decorreu no Largo dos Lavradores, no Funchal, frente à sede da empresa, e foi entregue à administração do grupo um ofício traduzindo a posição dos trabalhadores.

Também a União dos Sindicatos da Madeira (USAM/CGTP-IN) expressou a sua total solidariedade com a «luta dos trabalhadores do grupo Charming, pela sua firmeza, coragem, e forma decidida com que estão a lutar pela defesa dos seus direitos».

Tópico