Mensagem de erro

|aumentos salariais

Sem greve, aumentos na Autoeuropa não teriam sido possíveis

A empresa tinha condições para ir mais além, considera o SITE SUL, mas o valor mínimo definido para este aumento, 80 euros, aprovado pelos trabalhadores, não deixa de ser um resultado muito positivo da sua luta.

CréditosMário Cruz / Agência LUSA

Terminou um longo e árduo período de luta na Autoeuropa. Após meses de disputa laboral, os trabalhadores chegaram, finalmente, a acordo sobre os aumentos salariais que a empresa terá de aplicar em 2023: no mínimo, um aumento de 80 euros mensais para todos.

A proposta foi aceite por maioria (61,4%), em referendo realizado nos dias 15 e 16 de Dezembro, contando com a participação de quase 80% dos trabalhadores.

Em comunicado, o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Sul (SITE Sul/CGTP-IN) reitera que «só com a luta dos trabalhadores», nomeadamente as greves realizadas a 17 e 18 de Novembro e os plenários de 13 e 14 de Dezembro, foi «possível alcançar melhores resultados na reivindicação de aumentos salariais».

Sem as acções de luta dos trabalhadores, que foram muitas vezes intimados, publicamente, a desistir das suas reivindicações, os funcionários da Autoeuropa teriam ficado, apenas, com o prémio de 400 euros que a empresa entregou, muito longe do valor que alcançaram através da realização da greve (pelo menos, mais um milhar de euros anuais).

Plenários realizados pelo SITE Sul/CGTP-IN nos dias 13 e 14 Dezemnbro, na VW Autoeuropa Créditos

Ainda que insuficientes, em relação à capacidade financeira da empresa, o sindicato «considera o resultado global alcançado como positivo, com ganhos para os trabalhadores». Algumas matérias devem ser, no entanto, melhoradas num futuro próxima, «como a inclusão do prémio de assiduidade (no valor de 40 euros) no salário-base e a percentagem de aumento (3,2%), que fica aquém da reivindicação dos trabalhadores e é insuficiente para fazer frente à taxa de inflação actual, na ordem dos 10%».

O SITE Sul assume o «compromisso», e a «responsabilidade», de «intervir, ouvir e discutir com os trabalhadores sobre todas as matérias que considerem importantes e sempre que entendermos ser necessário para, desta forma, contribuir para a melhoria dos salários e das condições de vida e de trabalho».

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui