|lutas sindicais

O «Verão dos Tesos»

O STAL promoveu esta quinta-feira, na Cova da Piedade, em frente ao Chalé Ribeiro Telles (a funcionar provisoriamente como os Paços do Concelho de Almada), uma acção denominada «Verão dos Tesos».

Trabalhadores municipais em luta nas ruas de Almada, Março de 2022 (foto de arquivo)
Trabalhadores municipais em luta nas ruas de Almada, Março de 2022 (foto de arquivo)Créditos / Facebook/STAL

Com esta iniciativa, a Comissão Sindical de Almada do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional (STAL/CGTP-IN) pretendeu chamar a atenção para o facto de a Câmara Municipal de Almada não só negar a «aplicação de direitos que têm um impacto positivo na vida dos trabalhadores», mas também retirar «valências sociais de grande importância para os trabalhadores».

Desta forma, o STAL levou ao Chalé Ribeiro Telles o que designou de «simbologia do verão dos trabalhadores, que em simultâneo exigem a resposta às suas principais reivindicações», considerando que, «com um saldo de gerência superior a 40 milhões de euros», o executivo municipal não investe «no seu maior activo e garante de prestação do serviço público – os trabalhadores».

O STAL reivindica, entre outros aspectos, aumentos salariais dignos para os trabalhadores da WeMob (o maior operador de estacionamento no concelho), maior abrangência no que respeita à aplicação do suplemento de penosidade e insalubridade e a reposição das valências do Serviço de Saúde Ocupacional, nomeadamente a medicina geral, ortopedia, urologia, dermatologia e oftalmologia.

Tópico