|Plural

Greve na Plural contra o «incumprimento» do acordo assinado

A denúncia é feita pelo CENA-STE, que emitiu um pré-aviso de greve para a oitava hora de trabalho, referindo que a administração se «desvinculou» dos termos que subscreveu em 2018.

O Sindicato dos Trabalhadores de Espectáculos, do Audiovisual e dos Músicos (CENA-STE/CGTP-IN) emitiu um pré-aviso de greve para a oitava hora de trabalho, entre os dias 7 e 10, e a 13 de Janeiro de 2020, para os trabalhadores do grupo Plural Entertainment Portugal.

A greve é motivada pelo facto de a empresa não ter cumprido o acordo firmado com o sindicato em 2018.

Em nota às redacções, o CENA-STE afirma defender aumentos significativos para todos os trabalhadores, o horário de 9 horas+1 até às 45 horas semanais, a abranger todos os trabalhadores, independentemente do vínculo.

«Enquanto todas as cláusulas pecuniárias existentes não passarem para o vencimento-base, exige-se a manutenção das mesmas e seus valores correspondentes», bem como a negociação e implementação de tabela de horas extraordinárias, refere o documento.

Segundo o sindicato, os trabalhadores da Plural não têm aumentos «significativos» há 15 anos, e declara que a administração se mostrou «indisponível para considerar as propostas emanadas do plenário de trabalhadores», mantendo-se «irredutível» na desvinculação dos termos por ela própria subscritos e firmados em 2018.

Tópico