|enfermeiros

Enfermeiros protestam em Lisboa

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses acusa a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) de não «dar respostas» aos problemas e de não apresentar propostas ou plano de resolução.

CréditosMÁRIO CRUZ / LUSA

Neste sentido, o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP/CGTP-IN) promove esta quinta-feira uma acção de denúncia junto à ARSLVT, para exigir respostas às questões que afectam a classe.

Numa nota, o sindicato afirma ser «incompreensível» que o Conselho Directivo da ARSLVT e o Governo «reconheçam publicamente que os enfermeiros são imprescindíveis, mas não assumam a resolução das injustiças, que se agravam».

Entre as reivindicações dos enfermeiros, contam-se: a correcta contabilização de pontos e o reposicionamento remuneratório desde Janeiro de 2018; a transição para a respectiva categoria – decorrente da alteração da Carreira de Enfermagem – de muitos enfermeiros especialistas; a contratação imediata de mais enfermeiros, bem como de outros trabalhadores, designadamente, de auxiliares e de motoristas.

Tópico