|Sindicato dos Enfermeiros Portugueses

Ao falhar compromissos, CHULN provoca greve de enfermeiros

A greve dos enfermeiros do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN) ocorre esta quinta-feira. A administração tinha prometido corrigir um conjunto de injustiças mas, desde Março, nada fez.

O Hospital de Santa Maria foi o primeiro hospital de ensino universitário em obstetrícia e ginecologia no País
Créditos / CC-BY-SA-3.0

No passado dia 3 de Março, o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP/CGTP-IN) reuniu com a administração do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN), da qual recebeu o compromisso de resolver, prontamente, a maior parte das reivindicações dos enfermeiros.

Por esse motivo, os trabalhadores, reunidos em plenário no mês de Março, decidiram suspender a greve que estava agendada nesse período, como sinal de boa-fé para com a administração.

Mais de um mês depois, o sindicatos e os enfermeiros verificam que «nenhum dos compromissos assumidos pelo Centro Hospitalar foram cumpridos». Nomeadamente: a contratação urgente de enfermeiros, «para corresponder às necessidades» verificadas nestes serviços; a valorização dos enfermeiros ou o fim das macas nos corredores dos serviços, «uma situação indigna quer para os doentes, quer para os profissionais de saúde», refere o comunicado do SEP, enviado ao AbrilAbril.

Os enfermeiros do CHULN exigem também o pagamento de todo o trabalho extraordinário e feriados em dívida; a justa e legal contabilização dos pontos detidos pelos enfermeiros, com o pagamento dos devidos retroactivos desde 2018 e a harmonização do número de dias de férias entre todos os enfermeiros («é inadmissível que os enfermeiros, com o designado Contrato Individual de Trabalho, tenham menos dias de férias»).

Durante o período de greve, das 8h às 13h de dia 27 de Abril, os enfermeiros e o SEP vão realizar uma concentração e conferência de imprensa às 10h30, junto à entrada do Hospital Santa Maria. Para além do Santa Maria, o Hospital Pulido Valente também integra o CHULN, com relações próximas com a Faculdade de Medicina de Lisboa.

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui