|sector metalúrgico

Desbloqueamento da contratação colectiva na indústria metalúrgica

Os trabalhadores exigiram, frente às instalações da associação patronal, o desbloqueamento da contratação colectiva do sector, o aumento dos salários e o seu pagamento na íntegra em situação de lay-off.

Créditos / AbrilAbril

Vários activistas sindicais do sector da metalurgia concentraram-se, esta manhã, em frente às instalações da Associação Patronal da Metalurgia e Metalomecânica (AIMMAP), no Porto.

O protesto, promovido pelo Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Norte e Centro Norte (SITE Norte e SITE Centro-Norte/CGTP-IN), inseriu-se na semana nacional de luta da CGTP-IN, sob o lema «Defender a saúde e os direitos dos trabalhadores».

Os trabalhadores exigem o desbloqueamento da contratação colectiva, o aumento dos salários e o seu pagamento na íntegra em situação de lay-off, bem como o fim da desregulação dos horários de trabalho, da precariedade e melhores condições de segurança e saúde no trabalho.

Na concentração esteve presente uma delegação da Fiequimetal e a secretária-geral da CGTP-IN, Isabel Camarinha.

Tópico