AE da Soflusa é para cumprir

A falta de aval ao AE acordado com a administração da Soflusa leva o SNTSF a denunciar a atitude do Governo, que diz pretender «a dinamização da contratação colectiva» e depois não aceita «os acordos feitos nas empresa que tutela».

O SNTSF afirma que o Governo não deve bloquear a implementação do AE acordado na Soflusa
O SNTSF afirma que o Governo não deve bloquear a implementação do AE acordado na SoflusaCréditos / cibersul.org

Numa informação aos trabalhadores da Soflusa, de 16 de Fevereiro, o Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Sector Ferroviário (SNTSF/CGTP-IN), revela que a revisão do Acordo de Empresa (AE) acordada com a administração a 27 de Dezembro ainda não teve o aval do Governo.

O sindicato explica que, segundo o actual presidente da administração, o AE ainda está a ser analisado «pela tutela sectorial, seguindo-se depois a análise» pela tutela das Finanças.

«Os acordos têm de ser cumpridos», afirma o SNTSF, sublinhando que «este Governo não pode ter os mesmos vícios do anterior e fazer da contratação colectiva algo sem valor», levantando «problemas aos acordos firmados entre organizações sindicais e a administração da Soflusa».

Defendendo que «com o AE não se brinca», a organização sindical entende que os trabalhadores «têm uma palavra a dizer em defesa dos seus interesses», pelo que as organizações que os representam «deveriam promover, com urgência, um plenário» para discutir esta matéria.