|MEDWAY

Administração da Medway recusa-se a negociar

Sem responder à proposta do SNTSF para a revisão do acordo de empresa, a administração da Medway informou os trabalhadores de um aumento de 1% na tabela salarial e 50 cêntimos no subsídio de refeição.

Créditos / skyscrapercity.com

Esta decisão unilateral e sem qualquer negociação fica aquém da proposta sindical que prevê um aumento na tabela salarial de 90 euros, refere o Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Sector Ferroviário (SNTSF/CGTP-IN) em comunicado.

Por outro lado, com este anúncio unilateral, a administração da Medway demonstra que não está disponível para negociar com os trabalhadores, afirmando que não vê «qualquer vantagem em realizar qualquer reunião».

A revisão anual dos valores remuneratórios é uma norma do acordo de empresa, a que a administração se obrigou e que agora não quer cumprir, lembra o sindicato, acrescentando que a negociação colectiva é um direito dos trabalhadores consignado no Código do Trabalho.

Nos próximos dias, o SNTSF vai fazer uma auscultação aos trabalhadores para decidir as formas de luta, designadamente o recurso à greve.

Tópico