|Economia

Lucros da Altri sobem 32 milhões em meio ano

Apesar das limitações à produção na Celtejo, a sua proprietária aumentou os lucros 77,6% no primeiro semestre do ano.

A Celtejo, fábrica de pasta de papel da Altri, em Vila Velha de Ródão. 22 de Março de 2007
A Celtejo, fábrica de pasta de papel da Altri, em Vila Velha de Ródão. 22 de Março de 2007CréditosAntónio José / Agência LUSA

A Altri lucrou 73,8 milhões de euros nos primeiros seis meses de 2018, uma subida de 77,6% em relação aos 41,6 milhões registados no primeiro semestre do ano passado.

Os constrangimentos à produção na sua fábrica de Vila Velha de Ródão (Castelo Branco), a Celtejo, devido às descargas poluentes no Tejo, não impediram a subida muito significativa nos proveitos, que a empresa explica com a subida do preço da pasta de papel.

Os incêndios florestais do ano passado, que fizeram arder uma imensa área de floresta nacional – onde as fábricas da Altri vão buscar o essencial da matéria-prima – também não parecem ter pesado nos resultados até Junho.

Recorde-se que a outra gigante do sector, a Navigator (ex-Portucel/Soporcel) apresentou lucros de 119,4 milhões de euros, uma subida de 24,4% face ao mesmo período de 2017.

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui