|Banca

Líder da UGT volta a elogiar Ricardo Salgado em tribunal

Carlos Silva depôs esta terça-feira em tribunal a favor do ex-presidente do BES, no âmbito do julgamento que teve origem na Operação Marquês.

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva (D), cumprimenta sindicalistas durante as comemorações do 1.º de Maio
CréditosPaulo Novais / Agência Lusa

Arrolado pela defesa do outrora conhecido como «dono disto tudo», o secretário-geral da UGT voltou a elogiar a postura de Ricardo Salgado no Tribunal Criminal de Lisboa. Carlos Silva começou a trabalhar no BES em 1988, tendo passado depois para o Novo Banco, cujos prejuízos têm vindo a ser suportados pelos portugueses.

Em declarações aos jornalistas, e apesar de tudo o que se conhece desde a resolução do BES, o líder da UGT declarou que elogiou e continuará a elogiar Ricardo Salgado, tendo reiterado que «uma esmagadora maioria de trabalhadores» olhava para Ricardo Salgado «com respeito e admiração». 

Entre outras questões, o antigo membro da comissão de trabalhadores do banco afirmou perante os juízes que havia uma independência dos vários órgãos do BES, pelo que Ricardo Salgado não poderia ter desviado dinheiro.

As alegações finais do julgamento do antigo presidente do Grupo Espírito Santo (GES), que responde por três crimes de abuso de confiança, foram agendadas para a tarde de 22 de Outubro. 

Tópico