|Ordem dos Advogados

Advogados vão a referendo sobre descontos para o CPAS

A Assembleia Geral da Ordem dos Advogados aprovou, por larga maioria, a realização de um referendo sobre o futuro dos descontos para a Caixa de Previdência de Advogados e Solicitadores (CPAS).

O grupo de advogados «Ordem na Ordem na Ordem, Justiça na Justiça» reuniu com a Ordem dos Advogados (OA), na pessoa do seu Bastonário e de membros do Conselho Geral, na sede da OA, em Lisboa, a 11 de Maio de 2020
A iniciativa Ordem na Ordem/Justiça na Justiça considera que a OA «tem que ser parte na solução em vez de acrescentar problemas»Créditos / Ordem dos Advogados

A reunião magna da Ordem dos Advogados (OA) realizada na sexta-feira, aprovou, com mais de 70% de votos a favor, aquela que era uma das linhas de exigência colocada pela lista que concorreu às últimas eleições da OA sob o lema Ordem na Ordem/Justiça na Justiça.

Em comunicado, o movimento Ordem na Ordem/Justiça na Justiça destaca a «vitória expressiva», que considera uma «grande conquista» para lidar com «um dos maiores problemas com que a classe está confrontada» e exige da direcção do CPAS e do Bastonário «uma discussão séria» e participada sobre o sistema previdencial dos advogados.

A iniciativa Ordem na Ordem/Justiça na Justiça já tinha alertado para o facto de os advogados não sentirem o apoio da OA, ao mesmo tempo que reclamavam a necessidade de «reduzir a pressão dos encargos da Ordem e da Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores sobre os advogados», criando «mecanismos inovadores de efectivo apoio financeiro».

Tópico