|Saara Ocidental

Em Setúbal, «Mulheres de areia. No deserto em busca da liberdade»

A exposição documental, que mostra «as condições de vida e a trágica realidade do povo saarauí refugiado no deserto há mais de 40 anos», encontra-se patente na Casa da Cultura até ao final de Agosto.

Créditos / Plataforma Cascais

Inaugurada em meados deste mês por iniciativa do Movimento Democrático de Mulheres (MDM), a exposição visa mostrar «a resistência do povo e o papel essencial da mulher saarauí nos acampamentos de refugiados em Tindouf, na Argélia», lê-se no portal do MDM.

A mostra constitui «uma visão feminina sobre este conflito, resultante da participação de uma delegação do MDM no VIII Congresso da União Nacional das Mulheres Saarauís (UNMS), em Fevereiro de 2019», explica o texto.

Apresentação do livro Suspiros de ida y vuelta, hoje

No âmbito da exposição, que ilustra «a tragédia do povo saarauí e a luta arrojada das mulheres nos acampamentos no deserto», o MDM promove a apresentação do livro Suspiros de ida y vuelta, da autoria de Esperanza Jaén e de Isabel Lourenço.

A sessão tem lugar esta sexta-feira, às 21 horas, na Casa da Cultura Setúbal e conta com a presença de Isabel Lourenço.

Tópico