|Síria

Apesar de bloqueio e sanções, 2021 foi também sinónimo de reconstrução na Síria

Nos relatórios anuais apresentados por vários ministérios do país levantino, fica patente o esforço de construção de infra-estruturas e o investimento em áreas como educação, habitação e indústria.

Trabalhos de construção em Alepo 
Trabalhos de construção em Alepo Créditos / Newsweek

De acordo com os dados apresentados pelo Ministério da Educação, foram reconstruídas e recuperadas, ao longo do último ano, 2773 escolas de diferentes níveis de ensino nas várias províncias do país.

No relatório anual, o Ministério dá ainda conta da participação de 40 mil educadores no processo docente durante 2021, bem como da criação do sistema de educação profissional.

Foram impressos 40 milhões de livros escolares para os 3,3 milhões de estudantes e foram ainda abertas 175 salas de aula para crianças do pré-escolar em 158 escolas.

O Ministério revelou ainda que 90 mil crianças que, devido à guerra, não iam à escola beneficiaram de cursos realizados em 2200 instituições de ensino.

Por seu lado, informa a SANA, o Ministério da Educação Superior e Investigação Científica destacou o empenho em melhorar a «realidade científica e académica nas universidades públicas e privadas, e em institutos de ensino superior frequentados pelo menos por 700 mil estudantes».

Como em anos anteriores, refere a fonte, a Rússia atribuiu 550 bolsas a estudantes universitários sírios, também de pós-graduação.

Milhares de casas e outras infra-estruturas reconstruídas

Também o relatório anual do Ministério sírio da Administração Local, agora apresentado, dá conta do esforço de reconstrução realizado pelas autoridades do país árabe, referindo pelo menos 6500 casas e dezenas de edifícios de instituições estatais, bem como instalações de serviços.

Foram recuperados 17 hospitais, 37 centros de saúde, 20 padarias, dez edifícios governamentais, 406 lojas comerciais, 22 centros culturais e 21 centros de atendimento ao cidadão, precisa o documento, citado pela agência Prensa Latina.

Além disso, foram postos a funcionar 900 quilómetros de redes de saneamento e mais 65 quilómetros de estradas. Em termos de apoio social, o texto refere que foram entregues 8 570 000 cestos com alimentos e 168 mil sacos com materiais de saúde.

No que respeita ao sector industrial, os projectos de 206 instalações estão em fase de implementação, enquanto 27 fábricas estão a ser reconstruídas e 117 já entraram em fase de produção este ano, criando 6065 postos de trabalho, indica a fonte.

Este esforço de reconstrução ocorre num contexto em que o recrudescimento do bloqueio e das sanções impostas por EUA e União Europeia, bem como o saque dos recursos naturais da Síria, criaram uma situação asfixiante para o país, reiteradamente denunciada pelas autoridades de Damasco.

Tópico