|Cinema de animação

Portugueses nomeados para prémios Annie

Klaus: A Origem do Pai Natal e as duas curtas-metragens Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias e Purpleboy foram nomeados para os chamados «óscares» do cinema de animação.

Créditos / quinto-canal.com

A Sociedade Internacional de Cinema de Animação atribui anualmente os prémios Annie e, desta feita, a cerimónia realiza-se a 25 de Janeiro, em Los Angeles, com os trabalhos de Regina Pessoa, Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias, e de Alexandre Siqueira, Purpleboy, em competição na categoria de Melhor Curta-Metragem.

O português Sérgio Martins, supervisor de animação do filme, foi nomeado para a categoria de Melhor Direcção de Animação em Longa-Metragem, pelo filme Klaus: A Origem do Pai Natal, do espanhol Sergio Pablos e realizado na íntegra nos SPA Studios, que contou também com o trabalho de outro português, Edgar Martins, como supervisor de departamento.

A curta de Regina Pessoa é uma homenagem ao tio da realizadora, que «foi uma inspiração artística e desempenhou um papel fundamental no seu desenvolvimento enquanto cineasta» e já venceu o Grande Prémio do Festival Internacional de Animação do Brasil – Anima Mundi, o Prémio do Júri do Festival de Cinema de Animação de Annecy, em França e o Prémio Especial do Júri do 43.º Cinanima – Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho.

A realização de Alexandre Siqueira aborda a questão da identidade de género e gira em torno de uma criança que cresce no jardim dos pais sem que ninguém conheça o seu sexo, e já venceu o prémio de melhor curta-metragem do Festival Internacional de Animação de Pernambuco, assim como tinha sido distinguido como melhor filme de animação no Festival Curtas de Vila do Conde.

Com agência Lusa

Tópico