|CENA-STE

Trabalhadores da cultura convocam greve para o dia 20 de Novembro

O pré-aviso de greve foi emitido pelo CENA-STE, de forma a «garantir a possibilidade de participação de todos os trabalhadores do sector» da cultura na Manifestação Nacional convocada pela CGTP-IN.

Trabalhadores da cultura, convocados pelo Sindicato dos Trabalhadores de Espetáculos, do Audiovisual e dos Músicos (CENA-STE), realizaram em frente à Assembleia da República a concentração «Nem Parados Nem Calados, para uma Cultura com Futuro, Por um Futuro com Cultura», em Lisboa, a 9 de Novembro de 2020. O protesto pretende chamar a atenção para a difícil situação em que vivem os profissionais da área devido à pandemia em curso
CréditosAntónio Cotrim / LUSA

A greve, convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores de Espectáculos, do Audiovisual e dos Músicos (CENA-STE/CGTP-IN) é referente a «todo o trabalho, em todos os turnos, em território nacional», informa o comunicado desta estrutura sindical.

«Todos os trabalhadores do sector dos espetáculos e do audiovisual» são abrangidos, «independentemente da sua filiação sindical, das funções que desempenham e do seu vínculo» laboral, assumindo a forma de paralisação total, sem serviços mínimos, não existindo nenhuma função de «natureza urgente e essencial durante o período de greve».

A manifestação nacional foi anunciada pela CGTP-IN em Outubro, no dia anterior ao chumbo do Orçamento de Estado, proposto pelo PS, para 2022. Em comunicado, o conselho nacional da CGTP-IN mostrou-se confiante que este «será um momento de grande importância, em que os trabalhadores de todos os sectores de actividade trarão à rua as suas reivindicações concretas».

Em causa está a «luta pela melhoria das condições de vida e de trabalho», assim como a exigência da «valorização do trabalho e dos trabalhadores e uma política que garanta um futuro melhor num país desenvolvido que dignifique quem trabalha e produz a riqueza».

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui