|despedimento colectivo

Protesto contra despedimento de 116 trabalhadores de limpeza da TAP

O despedimento colectivo dos trabalhadores de uma empresa prestadora de serviços é o motivo da concentração de protesto e denúncia, que tem lugar esta quinta-feira, no aeroporto de Lisboa.

Créditos / STAD

Para uma necessidade permanente – a da limpeza dos aviões –, a TAP contrata um serviço externo à multinacional dinamarquesa ISS Facility Services.

No sábado passado, o Sindicato dos Trabalhadores das Actividades Diversas (STAD/CGTP-IN) realizou um encontro com os trabalhadores para analisarem a situação e decidirem formas de luta, avançando para uma concentração de protesto, amanhã, a partir das 14h, no aeroporto de Lisboa.

O sindicato denuncia que o despedimento dos 116 trabalhadores, entre os quais dirigentes e delegados sindicais, tem como objectivo «destruir a organização sindical existente».

Isabel Camarinha, secretária-geral da CGTP-IN, estará na concentração em solidariedade com os trabalhadores.

Tópico