Panrico: três anos de luta pelo pagamento justo dos feriados

Trabalhadores da Panrico marcaram concentração para o dia 5 de Outubro, continuando a luta pelo pagamento dos feriados a 200%, como consagra o Contrato Colectivo de Trabalho.

https://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/panrico_2.jpg?itok=tyEFja64
Trabalhadores da Panrico estão em greve aos feriados há três anos
Trabalhadores da Panrico estão em greve aos feriados há três anosCréditos

Os trabalhadores da Panrico determinaram em plenário uma concentração à porta da empresa do sector de alimentação, em Mem Martins, para o dia 5 de Outubro, pelas 9h, informa o Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos de Portugal (Sintab). Protestam contra a administração pelo desrespeito pelo Contrato Colectivo de Trabalho.

Os trabalhadores estão em greve aos feriados há três anos, altura em que o trabalho ao feriado deixou de ser pago a 200% e passou a ser remunerado apenas a 50%. Vão manter a greve até ao final de 2016, reclamando que a empresa volte a cumprir o Contrato Colectivo de Trabalho para o sector da pastelaria, assinado entre o Sintab e a associação patronal Ancipa, reivindicando assim que voltem a ser pagos a 200%. A empresa também marcou faltas injustificadas aos trabalhadores que aderiram às greves.

Questionada pelo sindicato sobre estas matérias, a empresa recusa-se a alterar o entendimento que tem sobre o pagamento dos feriados, insistindo que apenas tem de pagar 50%. Quanto aos trabalhadores que têm faltas injustificadas em dias de greve, a empresa informou que apenas analisará as situações que lhe sejam colocadas por escrito.

0 Comentários

no artigo "Panrico: três anos de luta pelo pagamento justo dos feriados