Trabalhadores da Panrico em luta pelo pagamento justo dos feriados

Os trabalhadores da Panrico, que estão em greve aos dias de feriado, estarão concentrados no dia 15 de Agosto à porta da empresa, exigindo o cumprimento do Contrato Colectivo de Trabalho.

https://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/panrico.jpg?itok=ko76JFYk
Trabalhadores da Panrico em luta pelo pagamento dos feriados a 200%
Trabalhadores da Panrico em luta pelo pagamento dos feriados a 200%Créditos

Os trabalhadores da empresa do sector da alimentação Panrico, que se encontram em greve aos feriados «pelo pagamento justo do trabalho prestado», determinaram em plenário uma concentração à porta da empresa de Mem - Martins no dia 15 de Agosto, pelas 9h. Estão em protesto contra a Administração, «pelo desrespeito pelo Contrato Colectivo de Trabalho», refere o site da CGTP-IN.

Esta é uma luta que se prolonga há três anos, quando o trabalho ao feriado deixou de ser pago a 200% e passou a ser remunerado a 50%. O Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos de Portugal (SINTAB) fez um pré-aviso de greve para todos feriados do ano.

«A empresa tem uma autorização de laboração contínua, que é aquilo a que eles se agarram, mas o facto é que a autorização é de 1992 e, até 2012, quando houve a suspensão do Governo, o trabalho no feriado foi sempre pago a 200%», sustenta Tiago Cardoso do SINTAB.

Os trabalhadores reclamam que a empresa volte a cumprir o Contrato Colectivo de Trabalho assinado entre o SINTAB e a associação patronal Ancipa, da qual a Panrico faz parte.

A empresa possui duas fábricas em Portugal, entre as quais a unidade na zona industrial de São Carlos, em Mem Martins, e sete em Espanha, produzindo pão e bolos das marcas Donuts e Bollycao.

0 Comentários

no artigo "Trabalhadores da Panrico em luta pelo pagamento justo dos feriados