|Despedimentos

Madureira's despede e não paga valores devidos

Apesar de ter cerca de duas dezenas de restaurantes e viver uma boa situação económica, o grupo Madureira's aproveitou-se da pandemia para despedir mais de 50 trabalhadores.

Créditos / Sindicato da Hotelaria do Norte

O Sindicato de Hotelaria do Norte (CGTP-IN) dinamizou, esta quinta-feira, uma acção de denúncia e protesto à porta dos restaurantes do grupo Madureira's, no Porto, em defesa dos direitos dos trabalhadores.

A organização sindical refere, em comunicado distribuído durante a acção, que o grupo tem cerca de duas dezenas de restaurantes e que vive uma «boa situação económica».

Contudo, a pretexto da pandemia, as empresas do grupo fizeram cessar o contrato de trabalho de mais de 50 trabalhadores e não lhes pagaram os direitos devidos, denuncia.

As empresas não pagaram qualquer indemnização, bem como as férias vencidas, o respectivo subsídio de férias e o subsídio de Natal, sublinha o sindicato, acrescentando que são «muito baixos» os valores com que se comprometeram a pagar e que, devido a um acordo de pagamento em 12 prestações, há trabalhadores a receber pouco mais de 40 euros mensais.

Tópico