|PT

Trabalhadores lutam contra a transferência para outras empresas, que pode levar ao despedimento 

Greve da PT com forte adesão

Está a decorrer uma greve geral de 24 horas na PT Portugal com elevada adesão. Trabalhadores de todo o país concentram-se junto à sede da empresa, em Lisboa, pelas 13h30, seguindo-se um desfile até à residência oficial do primeiro-ministro.

Concentração dos trabalhadores da PT Portugal em Coimbra. 14 de Julho
Concentração dos trabalhadores da PT Portugal em Coimbra. 14 de JulhoCréditos / AbrilAbril

Vítor Narciso, dirigente do Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações (SNTCT), informou o AbrilAbril de que a greve está a ter «uma forte adesão», e que estão a dirigir-se para Lisboa «cerca de 25 autocarros com trabalhadores de todo o País», que se juntam aos da capital, para uma concentração convocada para as 13h30 nas Picoas, junto à sede da empresa. Daí seguem depois em desfile até à residência oficial do primeiro-ministro, António Costa.

Em causa está a intenção de despedimento massivo de trabalhadores, que estão neste momento a ser transferidos para outras empresas, com perda de direitos, e que mais tarde podem vir a ser despedidos ou retransmitidos pela nova empresa.

O secretário-geral da CGTP-IN, Arménio Carlos, que esteve presente no arranque da greve, junto à sede em Lisboa, afirmou, em declarações à imprensa, que se trata de um «despedimento encapotado», e que a Altice é um «grupo económico com uma história muito triste», que «tem uma malapata com a lei».

O dirigente da Intersindical lembrou que, «em cerca de dois anos de presença em Portugal, a Altice já pagou coimas superiores a 110 mil euros à Autoridade para as Condições do Trabalho» e que em França já pagou vários milhões, acrescentando que «o Governo tem que intervir».

A 30 de Junho foi tornado público que a PT Portugal iria transferir 118 trabalhadores para empresas do grupo Altice – Tnord e a Sudtel – e ainda para a Visabeira, utilizando a figura de transmissão de estabelecimento, cujo processo estará concluído até ao final do mês.

Antes, no início de Junho, a operadora, comprada pelo grupo francês Altice há dois anos, tinha anunciado a transferência de 37 trabalhadores da área da informática da PT Portugal para a Winprovit. Também existem cerca de duas centenas de trabalhadores da operadora que neste momento se encontram sem funções na empresa.

Na sexta-feira passada, a francesa Altice anunciou ter chegado a acordo com a Prisa para a compra da Media Capital, grupo avaliado em 440 milhões de euros. Ficou assim a controlar um dos principais operadores de televisão por cabo (a MEO), a rede de TDT, o canal de televisão com maior audiência (a TVI) e uma das principais produtoras de conteúdos audiovisuais portuguesas (a Plural), passando a deter toda uma cadeia no sector da televisão, envolvendo a produção, emissão e distribuição.

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui