|Autoeuropa

Despedimentos sobrecarregam trabalhadores na Autoeuropa

Na sequência do despedimento de 120 operários, os trabalhadores alertam para as consequências da sobrecarga de trabalho na sua saúde.

CréditosJOSÉ SENA GOULÃO / LUSA

A Comissão Sindical do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Sul (SITE Sul/CGTP-IN) na VW Autoeuropa afirma ter tido conhecimento de que na área das carroçarias, de onde foram despedidos cerca de 120 trabalhadores contratados a prazo, agora «sobra trabalho».

Isto significa que os trabalhadores são obrigados a esperar quando têm necessidade de fazer uma pausa e que os chefes de equipa e os técnicos de manutenção são obrigados a trabalhar ao lado dos restantes operadores na linha, denuncia a comissão sindical.

A estrutura sindical alerta ainda para o facto de existirem equipamentos novos que já deveriam estar a funcionar mas que continuam parados, apesar de os ritmos de trabalho serem cada vez mais «intensos e insuportáveis para quem passa oito horas na linha».

O sindicato considera esta situação «inadmissível» e, no sentido de preservar a saúde e as condições de trabalho, exige que a administração resolva o problema no imediato.

Tópico