Quase menos 61 mil desempregados em relação a Julho de 2015

Tendência de redução da taxa de desemprego mantém-se

Os dados divulgados hoje pelo INE, ainda provisórios, demonstram que o desemprego manteve-se nos 11,1%, no mês de Julho. A taxa de desemprego dos jovens, ainda elevada, continua a diminuir.

O INE divulgou os dados definitivos do mês de Junho e os provisórios de Julho
O INE divulgou os dados definitivos do mês de Junho e os provisórios de JulhoCréditosJoão Carvalho / CC-BY-SA-3.0

O INE divulgou a estimativa provisória da taxa de desemprego para o mês de Julho, que se mantém nos 11,1%, igual à estimativa definitiva de Junho. Mantém-se assim a diminuição que se verifica desde Fevereiro de 2016.

Os dados provisórios relativos a Julho, corrigidos de sazonalidade, referem a existência de 567,3 mil pessoas desempregadas e 4558,0 mil empregadas.

Estes dados provisórios de Julho mostram um aumento de 1,7 mil desempregados em relação aos dados definitivos de Junho, mas mostram também uma diminuição de 60,9 mil desempregados em relação ao mês de Julho do ano passado.

A população empregada e a taxa de emprego têm vindo a aumentar nos últimos meses, o que aponta para a criação de emprego. Em relação a Julho do ano anterior há mais cerca de 65,3 mil pessoas empregadas, o que corresponde a um crescimento de 1% na taxa de emprego.

A taxa de desemprego dos jovens (dos 15 aos 24 anos) continua elevada, acima dos 26%, porém três décimas abaixo da taxa do mês de Junho e 4,9 pontos percentuais abaixo da taxa registada em Julho de 2015.