|Agricultura

Agricultores protestam em Lisboa

Estes protestos resultam dos elevados prejuízos provocados pela situação de descontrolo em que se encontram as populações de javalis e outros animais selvagens.

Agricultor observa danos causados por bando de javalis
Agricultor observa danos causados por bando de javalisCréditos

Delegações de agricultores da região Centro do País, com cerca de centena e meia de participantes, concentraram-se hoje frente ao Ministério da Agricultura, em Lisboa, «com o objectivo de voltar a chamar a atenção» do Governo para o grave problema dos prejuízos causados pelos javalis e outros animais selvagens, em particular à agricultura familiar, em vastas regiões do País «e no Centro em especial».

Os promotores desta iniciativa, a Confederação Nacional da Agricultura (CNA) e três organizações suas filiadas, agricultores do distrito de Leiria (UADL), da região de Viseu (BALAGRI) e do distrito de Coimbra (ADACO), consideram que, «dada a situação descontrolada em que se encontram as populações desses animais selvagens e o elevado montante dos prejuízos», o Ministério da Agricultura deve, por um lado, «acudir à situação dos muitos agricultores lesados» e, por outro, «controlar as populações desses animais». Chamam ainda a atenção para o facto de os prejuízos elevados que se verificam e a falta de apoios levarem a que «muitos dos agricultores lesados tenham que abandonar a produção».

Entretanto, uma delegação dos agricultores presentes foi recebida pelo secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural.

Recorde-se que, em Abril passado, as organizações promotoras desta concentração já tinham realizado, em Coimbra, uma acção de sensibilização junto do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas e do Ministério da Agricultura, com a entrega de um documento «sobre a situação e com as reclamações dos lesados», do qual ainda não tinham obtido resposta.

Tópico