|Vietname

Vietname: balança comercial com saldo mais positivo desde 2016

As exportações cresceram e a balança comercial do Vietname regista um saldo positivo de 19,1 mil milhões de dólares, o mais alto nos últimos quatro anos, informou o Departamento Geral de Estatísticas.

Porto de Hai Phong, Vietname
Porto de Hai Phong, VietnameCréditos / vietnamtimes.org.vn

Apesar da situação económica complicada a nível mundial, no contexto da pandemia de Covid-19, o Departamento Geral de Estatísticas (DGE) revelou que as transacções comerciais do país asiático alcançaram 543,9 mil milhões de dólares no ano que está a terminar, o que representa uma subida de 5,1% face a 2019.

Desse valor, 281,5 mil milhões de dólares corresponderam a exportações e 262,4 mil milhões a importações (aumentos de 6,5% e 3,6% face a 2019, respectivamente), o que resultou numa balança comercial bastante positiva.

Numa conferência de imprensa que deu esta segunda-feira em Hanói, Nguyen Viet Phong, da DGE, destacou a importância deste saldo comercial para o crescimento económico do país e o aumento considerável das reservas de divisas, num contexto em que o Vietname necessita de mais recursos para a fase de recuperação pós-pandemia, em 2021.

Para o especialista da DGE, o facto de o país do Sudeste Asiático apresentar uma balança comercial positiva de 19,1 mil milhões de dólares, num contexto de retracção económica a nível mundial, mostra que aproveitou bem as oportunidades surgidas com os tratados de livre comércio, em especial o firmado com a União Europeia (UE) em Agosto último, revela a Agência de Notícias do Vietname.

O organismo revelou ainda que, em 2020, 31 produtos renderam mais de mil milhões de dólares em exportações e outros seis mais de dez mil milhões. Por sectores, o da indústria pesada e dos minerais foi o que trouxe mais rendimentos ao país em termos de comércio externo, com uma facturação de 152,5 mil milhões de dólares (um crescimento de 11,3% face a 2019).

Os principais compradores ao Vietname foram os Estados Unidos (76,4 mil milhões de dólares), a China (48,5 mil milhões), os países da UE (34,8 mil milhões), os membros da Associação de Nações do Sudeste Asiático – Asean (23,1 mil milhões), o Japão (19,2 mil milhões) e a Coreia do Sul (18,7 mil milhões).

Nguyen Viet Phong disse ainda que o Vietname apresenta uma balança comercial positiva nas suas operações com os EUA e os países UE, e negativa com a China, a Coreia do Sul e os membros da Asean.

Juntamente com o investimento externo e o turismo, as exportações representam uma das primeiras fontes de rendimento do país asiático, que aspira a que estas cresçam pelo menos a uma média anual de 5% até 2025.

Tópico