|Cuba

Festival do Novo Cinema Latino-americano revela números provisórios

O 42.º Festival Internacional do Novo Cinema Latino-americano, com sede em Havana, conta com mais de 1800 filmes aspirantes a participar no evento, anunciou esta terça-feira a comissão organizadora.

O Festival de Havana recebeu mais de 1800 propostas na categoria de filme
O Festival de Havana recebeu mais de 1800 propostas na categoria de filme Créditos / TeleSur

Na página de Internet do festival, os organizadores revelaram que foram inscritas no Festival mais de 2000 obras, entre filmes, guiões inéditos e cartazes, acrescentando que este número deve aumentar, uma vez que continua aberta a inscrição para o prémio de pós-produção (alinhamento e montagem).

Para as primeiras três categorias referidas, o prazo de inscrição terminou no domingo passado, 30 de Agosto. Assim, a organização informou que recebeu 1818 propostas de filmes de longa e curta-metragem, tanto ficcional como documental, e de animação. Foram ainda inscritos 823 guiões inéditos e 205 cartazes.

Agora, a equipa de trabalho irá proceder à selecção para a mostra oficial do conhecido evento, que terá lugar em Havana entre 3 e 13 de Dezembro, num contexto marcado pela emergência sanitária.

Considerado como um dos festivais de cinema mais importantes ao nível da América Latina, o Festival Internacional do Novo Cinema Latino-americano terá como lema, na sua 42.ª edição, «Lo que recetó el doctor», e pretende ser uma afirmação do valor da arte e da cultura em tempos de pandemia e quarentenas.

Fundado em 1979, o certame caracterizou-se por expressar a realidade do mundo e, em particular, do continente, «por mais crua que seja», e este ano, mesmo adaptando-se ao cenário das medidas de higiene e saúde que a situação epidemiológica exige, não irá renunciar aos seus preceitos estéticos, à sua essência, à defesa da sétima arte.

Tópico