|El Salvador

El Salvador celebra os 14 anos da implementação da Missão Milagre

Medardo González, secretário-geral da FMLN, destacou a Missão Milagre como exemplo de integração latino-americana, lembrando que «devolveu a vista e a esperança a milhares de salvadorenhos».

Tendo começado na Venezuela, a Missão Milagre chega hoje a dezenas de países na América Latina, Caraíbas, África e Ásia
Tendo começado na Venezuela, a Missão Milagre chega hoje a dezenas de países na América Latina, Caraíbas, África e ÁsiaCréditos / misionmilagro.gob.ve

Num acto que ontem decorreu em Planes de Renderos, o dirigente da Frente Farabundo Martí para a Libertação Nacional (FMLN) sublinhou a importância e o impacto social de um programa oftalmológico criado há 14 anos e logo em 2004 implementado em El Salvador.

Na ocasião, González salientou também a solidariedade dos líderes revolucionários Fidel Castro e Hugo Chávez, que fizeram questão de promover a saúde oftalmológica entre as camadas populacionais mais pobres e marginalizadas do país centro-americano.

«O nosso agradecimento a todos os trabalhadores da saúde que apoiaram este grande programa, exemplo da solidariedade de países irmãos como Venezuela e Cuba», afirmou Medardo González no acto celebrado em Planes de Renderos, onde lembrou os avanços alcançados durante os governos da Frente no que respeita à diminuição da pobreza, à alfabetização e à reforma da saúde pública em El Salvador.

Fez ainda questão de valorizar o trabalho dos mais de 235 voluntários da rede que percorre os territórios do país e presta atendimento a pessoas com problemas oftalmológicos nos diversos centros da Missão Milagre, como o hospital Santa Gertrudis.

Neste centro hospitalar, localizado no departamento de San Vicente, será aberta em breve uma segunda instalação cirúrgica, de modo a aumentar para 7500 as operações anuais de cataratas e pterígio, além do serviço de retina, informa a Prensa Latina.

Em Maio último, o trabalho da equipa cubana no Hospital Santa Gertrudris passou a ser complementado com a chegada de uma brigada itinerante oftalmológica da Venezuela, que realiza consultas e operações cirúrgicas nos hospitais San Rafael e Santa Ana.

A chegada desta brigada foi acordada no âmbito de um protocolo firmado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros salvadorenho e a Embaixada venezuelana no país.

Defender os mais pobres, aprofundar a unidade da América Latina

A Misión Milagro nasceu a 8 de Julho de 2004, por iniciativa dos governos de Cuba e da Venezuela, tendo como propósito ajudar pessoas com baixos rendimentos a resolver diversas patologias oculares. Faz parte do plano de integração da América Latina e dos programas que visam alcançar a unidade entre os povos da Aliança Bolivariana para as Américas (ALBA), refere a VTV.

O grande investimento de Cuba na área da Saúde e o alto nível de desenvolvimento que patenteia neste sector permitiram que, em conjunto com a Venezuela, milhares de latino-americanos tenham sido operados em países como El Salvador, Guatemala, Equador, Colômbia, Costa Rica, Venezuela, Bolívia, Argentina e República Dominicana.

Para além disso, o programa também tem sido aplicado a países fora deste âmbito geográfico, nomeadamente em África e na Ásia.

Tópico