|Festa do Avante!

Música em português na Festa do Avante!

Xutos e Pontapés, Camané e Mário Laginha, Aldina Duarte, Capicua, Dino D'Santiago, Peste e Sida, Rogério Charraz e a Orquestra de Jazz do Hot Clube de Portugal, são alguns dos nomes de um vasto cartaz.

Concerto na Festa do Avante!, 2016
Concerto na Festa do Avante!, 2016Créditos / PCP

A Festa do Avante!, será este ano cantada exclusivamente em português, por artistas portugueses ou oriundos de países de expressão portuguesa. Para além dos nomes já citados, actuarão também os Mão Morta, Ana Laíns, que este ano celebra 20 anos de carreira, Anastácia Carvalho, cantora e maestrina nascida em Angola e de origem são-tomense, os Dead Combo, que decidiram acabar, mas que voltam ao palco num passeio pelos mais de 16 anos de carreira e o grupo el Sur, com um concerto baseado no seu último disco, Todas as sombras.

Luta Livre, o novo projecto do músico Luís Varatojo, também marcará presença na Quinta da Atalaia, tal como a cabo-verdiana Maria Alice, o angolano Gerson Marta ou Costa Neto, considerado por muitos como o mais fiel intérprete da música moçambicana na Europa, para além da veterana banda do punk nacional, Albert Fish, nascida em 1995 nas ruas de Lisboa e dos Blasted, conhecidos pelos seus espectáculos cheios de energia.

Os mais jovens também não foram esquecidos. Para eles, o projecto Galo Gordo, da escritora Inês Pupo e do músico Gonçalo Pratas, um dos mais marcantes projectos artísticos nacionais para a infância, referenciado pelo Plano Nacional de Leitura e pela Casa da Leitura da Gulbenkian.

Na programação da Festa do Avante! volta a haver lugar para o teatro, com destaque para A Abertada, de João Monge, apresentada pelo Teatro da Terra, e o espectáculo Toca e Mexe/Milho por Peixe, um musical para a infância e famílias interpretado por Arantxa Joseph e André Duarte, com direcção artística e encenação de Giacomo Scalasi.

Tópico