|livros

Livro de Clovis Levi e Ana Biscaia é um dos 100 melhores do mundo

O Retrato (aquilo que não se vê), de Clovis Levi e Ana Biscaia, foi seleccionado para o «The Bologna Ragazzi Award Amazing Bookshelf», da Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha. 

Créditos / Xerefé Edições

A maior feira dedicada a livros infanto-juvenis arrancou esta segunda-feira e decorre até 24 de Março na cidade italiana de Bolonha.

Segundo o júri, O Retrato (aquilo que não se vê), de Clovis Levi com ilustrações de Ana Biscaia (Prémio Nacional de Ilustração de Portugal 2012 com o livro A cadeira que queria ser sofá, também da autoria de Clovis Levi), é um dos 100 livros «que são autênticas gemas de todo o mundo».

«A magnífica sala na biblioteca Salaborsa de Bolonha, no coração da cidade velha, recebeu milhares de livros inscritos no Prémio BolognaRagazzi 2022», refere a Xerefé Edições num comunicado.

Entre mais de 2200 títulos de 62 países, três júris internacionais seleccionaram os vencedores e concederam menções especiais a vários livros. A par destes, refere a editora, muitos outros títulos foram admirados pelos júris e estiveram muito perto de serem vencedores. 

«Pela primeira vez na história da Feira, o BCBF dedica uma exposição também a essas 100 preciosidades editoriais e orgulha-se de contribuir para sua visibilidade no cenário internacional», lê-se na nota.

O Retrato (aquilo que não se vê), oitavo livro das Edições Xerefé, foi lançado a 5 de Março de 2021 por Ana Cristina Macedo, professora-adjunta do Politécnico do Porto, segundo a qual este é «um livro que pode ser cinema, que é literatura, que pode ser tudo porque a sua matéria é feita do quotidiano, pedaços de vida narrados por Pipa, o papagaio de papel que fez parte e se libertou dessa grande metáfora que é vida de cada uma das personagens, muitas vezes lograda e só possível porque o sonho lubrificou essa engrenagem».

Tópico