|cinema

Cláudia Varejão ganha prémio em Veneza com «Lobo e Cão»

O mais recente filme da realizadora Cláudia Varejão ganhou hoje o prémio de Melhor Filme na Giornata degli Autore, da 79.ª Bienal de Veneza.

CréditosRodrigo Antunes / Agência Lusa

Num júri composto por 27 elementos e presidido pela realizadora Céline Sciamma, o filme de Cláudia Varejão foi o vencedor da sua secção, numa votação transmitida em directo esta manhã a partir desta cidade italiana. 

«Lobo e Cão apresenta um tema profundamente importante e que nos diz respeito a todos. Extremamente bem executado, com uma cinematografia muito bonita e com personagens tão autênticas, este filme relaciona-se com o background de Varejão enquanto documentarista e na sua procura por uma autenticidade», salientou o júri, salientando tratar-se de um filme «incrivelmente poético».

Rodado na Ilha de São Miguel, nos Açores, com um elenco de actores não-profissionais, o filme leva-nos a conhecer a realidade insular através de Ana, o seu grupo de amigos e a sua família. 

Lobo e Cão é uma produção da Terratreme em coprodução com a francesa La Belle Affaire, e vai ter estreia comercial em Portugal ainda este ano.

Esta é a primeira longa-metragem de ficção de Cláudia Varejão, realizadora de obras como Amor Fati (2019), Ama-San (2016) ou No Escuro Descalço os meus Sapatos (2016). 

Tópico