|Neo-realismo

100 anos de Fernando Namora assinalados em Congresso Internacional

A conferência Fernando Namora «E não sei se o mundo nasceu», que visa celebrar o centenário do nascimento do reconhecido autor português neo-realista, realiza-se de quinta-feira a sábado.

Fernando Namora
Fernando NamoraCréditosManuel Moura / Agência LUSA

Médico e escritor, Fernando Namora constitui um dos autores da expressão do neo-realismo. Entre os anos 30 e 40 do século passado, o escritor participou na criação do movimento do «Novo Cancioneiro» e «Novos prosadores». Na descrição da iniciativa, na página do Centro de Estudos Comparatistas da FLUL, recorda-se que o trabalho de Fernando Namora «engloba poesia, ficção (contos, novelas e romances) e escrita diarística, estabelecendo-o como um dos autores mais importantes do século XX».

O congresso será acolhido em três locais: no dia 24 de Outubro, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL), no dia 25 de Outubro, no Museu do Neo-Realismo em Vila Franca de Xira, e no dia 26 de Outubro, na Casa-Museu Fernando Namora em Condeixa.

O programa conta com oradores de várias universidades do País e estrangeiras, num vasto elenco de matérias sobre o escritor e o neo-realismo.

Sob o mesmo lema, «E não sei se o mundo nasceu», também o Museu do Neo-Realismo, em Vila Franca de Xira, celebra o centenário do escritor com uma exposição.

Tópico