|INATEL

Trabalhadores do Inatel exigem aplicação do acordo de empresa

Os trabalhadores da Fundação Inatel realizaram, esta terça-feira, acções de denúncia pública, em Albufeira e em Faro, acusando a administração de não cumprir vários compromissos.

Créditos / Sindicato de Hotelaria do Algarve

Estas acções, inseridas numa semana nacional de esclarecimento e luta decidida pela Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (Fesaht/CGTP-IN), que está a decorrer ao longo desta semana em todo o País, pretendem denunciar os incumprimentos da administração durante o processo negocial que decorre desde 2018.

Com a maioria dos trabalhadores a receber o salário mínimo nacional e continuando a não repor os horários alterados unilateralmente, a administração da Fundação Inatel não está a cumprir o acordo de empresa assinado pelas partes em 2018, refere o Sindicato de Hotelaria do Algarve (CGTP-IN) em nota.

A organização sindical repudia o que classifica de «manobras de diversão» do conselho de administração e exorta os trabalhadores a aderirem massivamente à greve convocada pela Fesaht para o dia 11 de Junho, para que estes possam manifestar o seu descontentamento, se as suas reivindicações não forem atendidas.

Tópico