|profissionais de saúde

Trabalhadores da Saúde em luta

A semana de luta nacional dos trabalhadores da Saúde arrancou esta segunda-feira com uma concentração junto ao Hospital de São João, no Porto, onde se exigiram respostas do Governo.

«Uma das nossas justas reivindicações é o aumento de trabalhadores em número adequado às necessidades», reclamou a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais (FNSTFPS/CGTP-IN) num comunicado dirigido aos trabalhadores.

Acrescentando que «não basta aumentar o número de trabalhadores», a federação considera que é preciso «motivar e fixar» os profissionais no Serviço Nacional de Saúde (SNS), mas sublinha que tal só poderá acontecer com a «dignificação funcional e salarial».

«O surto epidémico pôs a nu as fragilidades existentes no SNS, fruto do desinvestimento a que o mesmo tem sido sujeito, e para o qual temos vindo sucessivamente a alertar», lê-se na nota.

A semana de luta nacional dos trabalhadores da Saúde decorre de 2 a 6 de Novembro, com concentrações de protesto também em Coimbra, no Centro Hospitalar Universitário, no dia 4, e em Lisboa, no Hospital de São José, no dia 6.

Tópico